QUAL CUSTA MAIS, REMEDIAR OU PREVENIR PROBLEMAS AMBIENTAIS?

QUAL CUSTA MAIS, REMEDIAR OU PREVENIR PROBLEMAS AMBIENTAIS?

Conseguir identificar rapidamente problemas e impactos ambientais para evitar alterações e consequências negativas ao meio ambiente é atualmente um grande desafio para as organizações, empresas e indústrias. Esta preocupação deve fazer parte da cultura das empresas, avaliando os aspectos e impactos ambientais. É fundamental criar ou aprimorar um sistema de monitoramento, levantando dados para obter […]


Conseguir identificar rapidamente problemas e impactos ambientais para evitar alterações e consequências negativas ao meio ambiente é atualmente um grande desafio para as organizações, empresas e indústrias. Esta preocupação deve fazer parte da cultura das empresas, avaliando os aspectos e impactos ambientais. É fundamental criar ou aprimorar um sistema de monitoramento, levantando dados para obter o controle e prevenir riscos que comprometam o meio ambiente e gerem custos.

Impactos ambientais se relacionam às consequências, ou seja, aos danos ou efeitos que os aspectos ambientais causam ao meio ambiente. O Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA), por meio da Resolução 001/86, conceitua impacto ambiental da seguinte forma:

 

“Impacto ambiental é qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante de atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetem: a saúde, segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota; as condições estéticas e sanitárias e o meio ambiente e a qualidade dos recursos ambientais”.

 

Mas como identificar de forma rápida? A solução pode parecer simples, “Monitoramento constante e gestão de risco smart. Sabemos que no dia a dia, tudo isso é complexo e não é bem fácil assim, com duas palavras. Um monitoramento constante é sempre custoso ao um primeiro momento, mas para aqueles que já sofreram com multas e sanções ambientais, sabem que esse valor é ínfimo. O grande desafio é realmente ter uma gestão de risco inteligente, autônoma, capaz de prever riscos e consequências através de avaliação dos dados de monitoramento. Esta agilidade possibilita soluções rápidas inclusive impedindo que ocorram problemas ambientais. Infelizmente a maioria das empresas ainda não implementaram em sua cultura essa prevenção de risco, identificando os problemas somente depois de que acontecem. Solucionar o problema pode tornar-se 10x mais custoso, e mais custoso ainda é demorar muito para resolver o problema, onde grande parte dos impactos ambientais ganham escala, dificultando a remediação.

As empresas que geram impactos ambientais negativos podem sofrer consequências graves.  Isso porque qualquer dano que afetem a natureza e a saúde humana é considerado crime ambiental (Lei nº 9.605/1998).

A organização que tem práticas ilegais em relação ao meio ambiente pode sofrer multas que variam de R$500,00 a R$2 milhões. Além disso, pode haver responsabilização penal dos responsáveis pela ação criminosa, com penas de reclusão. A lei estabelece de seis meses a um ano para crimes não intencionais e de um a seis anos para crimes intencionais.

Por isso deixamos algumas sugestões, treine sua equipe, crie uma cultura ambiental e previna possíveis impactos ambientais. Com isso não será necessário procurar soluções e fará um mundo melhor para todos.

 

 

Para entregar a melhor informação, nos fazemos uma curadoria de conteúdo que resultou nesse artigo final.

Texto e fontes de Hyan Dias e Consultoriaiso

Voltar

Mais Conteúdos

  • 4 SELOS AMBIENTAIS QUE A SGA TE AJUDA A CONSEGUIR

    4 SELOS AMBIENTAIS QUE A SGA TE AJUDA A CONSEGUIR

    A SGA é o termo para Sistema de Gestão Ambiental e pode ser definido como um conjunto de procedimentos para gerir ou administrar uma organização, de forma a obter o melhor relacionamento com o meio ambiente. Por conta de suas diretrizes, ela ajuda as empresas a compreender melhor seus processos de gestão ambiental, facilitando a […]

    Ler tudo
  • ATIVOS E PASSIVOS AMBIENTAIS [parte I]

    ATIVOS E PASSIVOS AMBIENTAIS [parte I]

    A pressão ambiental que a sociedade exerce sobre as empresas para que sejam sustentáveis e adotem políticas de preservação ambiental, não é o principal problema enfrentado por elas. O desafio maior é tornar as informações sobre as ações tomadas visíveis e organizadas de forma clara para os consumidores, investidores e governo. Ativos ambientais São recursos […]

    Ler tudo
  • AVALIAÇÃO DE PASSIVOS AMBIENTAIS [parte II]

    AVALIAÇÃO DE PASSIVOS AMBIENTAIS [parte II]

    É importante destacar que a avaliação prévia e a investigação evita sérios problemas futuros que podem, inclusive, inviabilizar a operação da empresa por conta de custos para remover os passivos e possíveis multas. O ideal, portanto, é antecipar-se aos problemas e resolvê-los de acordo com as exigências legais. As empresas que assim conduzem o assunto, […]

    Ler tudo

VEJA MAIS NO NOSSO BLOG

Ver blog

inscreva-se na nossa newsletter!


Entre em contato e Fale consoco

(48) 9 9814-1211 (48) 9 9814-1211
contato@engecleansolucoes.com.br

Segunda à sexta 6h às 21h
Sábado das 9h às 12h30

Rua Cinquentenário Leonardo Steiner, 357 Sala 01. Centro, Forquilhinha - SC. CEP: 88.850-000
Ver no mapa
Fale conosco via Whatsapp

Vamos conversar? Ligaremos para você!