BTEX, HPA e TPH. Que análises são essas?

BTEX, HPA e TPH. Que análises são essas?

Para quem é da indústria petroquímica provavelmente já está familiarizado com os termos, mas quando o seu resultado de solo, águas e efluentes aparece alterado por uma destas analises, o que eu realmente devo fazer? Fique tranquilo que vamos te mostrar o que são, os índices de risco e as medidas a serem tomadas. Os […]


Para quem é da indústria petroquímica provavelmente já está familiarizado com os termos, mas quando o seu resultado de solo, águas e efluentes aparece alterado por uma destas analises, o que eu realmente devo fazer?
Fique tranquilo que vamos te mostrar o que são, os índices de risco e as medidas a serem tomadas.

Os hidrocarbonetos aromáticos BTEX e HPA são os principais contaminantes de águas e solos em decorrência de vazamentos e derramamentos de combustíveis (gasolina, diesel e outros). Geralmente estes acidentes ocorrem em postos e tanques de armazenamento de combustíveis e áreas industriais de produção e refino de petróleo, mas não podemos esquecer que estas substancias também podem ser encontradas em industrias químicas, como tintas, solventes e outros.

BTEX – Benzeno, Etilbenxeno, Tolueno e xilenos: São hidrocarbonetos monoaromáticos altamente toxico, alta difusão e alta solubilidade. Esses compostos são encontrados em derivados de petróleo, principalmente na gasolina, e são classificados como poluentes prioritários de monitoramento ambiental pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (USEPA).

HPA – Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (PAHs): são compostos orgânicos semivoláteis, formados por 2 ou mais anéis aromáticos condensados. Dentre os mais de 100 compostos desta classe, 16 são considerados prioritários para monitoramento ambiental pela USEPA. A solubilidade em água desses compostos varia entre altamente insolúveis a pouco solúveis em água.

Já a análise de TPH (Hidrocarbonetos Totais de Petróleo), tem o objetivo de identificar a quantidade de hidrocarbonetos, não polares e ligeiramente polares de estrutura alifática, aromática e alicíclica, e o seu grau de saturação. Ele é diferente do BTEX e HPA, que quantifica os compostos químicos específicos, ratificando em uma variável.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), avalia o BTEX e HPAs como substancia altamente perigosas a saúde humana, incluindo uma lista de efeitos cancerígenos, mutagênicos e toxidade crônica, tudo isso mesmo em baixíssima concentração, podendo causar danos ao sistema nervoso central.

É por esses fatores, que o controle desta substancias são tão rígidas. Imagine se um posto de combustível tem um vazamento. E este vazamento atinge o lençol freático ou um afluente onde as pessoas consomem ou utilizam está água. Com toda certeza isso é um grande risco a saúde, além do mais, são substancias que só em altíssima concentração são perceptíveis ao paladar e olfato do ser humano.

Hoje com mais de 40 mil postos de combustíveis, o Licenciamento Ambiental que é exigido pelo Resolução CONAMA nº 273/2000 e todos devem realizar as analise BTEX e HPA para detectar possível contaminação de solo ou de águas subterrâneas, mas isso não se restringe apenas a postos de combustíveis, mas também a qualquer indústria ou segmento onde é manuseado combustíveis, óleo ou solvente.

Voltar

Mais Conteúdos

  • FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL EM POSTO DE COMBUSTÍVEL

    FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL EM POSTO DE COMBUSTÍVEL

    Quando se trata de fiscalização ambiental no posto de combustível, um ponto que o empresário não pode se descuidar é a regularidade com a legislação. Trata-se de leis, resoluções e normas técnicas que regulam a atividade desde a escolha do local de instalação do posto até seu funcionamento. DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Licença de operação ou Autorização […]

    Ler tudo
  • IMPORTÂNCIA DO MONITORAMENTO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNES

    IMPORTÂNCIA DO MONITORAMENTO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNES

    O monitoramento da qualidade e quantidade da água subterrânea é fundamental para subsidiar as ações de controle da poluição ambiental e gestão deste recurso hídrico. O monitoramento das águas subterrâneas no Brasil ainda é insipiente e necessario um aprimoramento das redes existentes, sendo assim trabalho contínuo e participativo, a fim de atender novas demandas e […]

    Ler tudo
  • TESTE DE BOMBEAMENTO

    TESTE DE BOMBEAMENTO

    O teste de bombeamento de poços tem como objetivo principal fazer o correto dimensionamento do conjunto de bombeamento, além de ser um requisito para a regularização do poço. O teste de bombeamento de poços artesianos é uma exigência dos órgãos ambientais, indispensáveis para avaliar a capacidade produtiva do poço. Ao realizar a outorga do poço, […]

    Ler tudo

VEJA MAIS NO NOSSO BLOG

Ver blog

inscreva-se na nossa newsletter!


Entre em contato e Fale consoco

(48) 9 9814-1211 (48) 9 9814-1211
contato@engecleansolucoes.com.br

Segunda à sexta 6h às 21h
Sábado das 9h às 12h30

Rua Cinquentenário Leonardo Steiner, 357 Sala 01. Centro, Forquilhinha - SC. CEP: 88.850-000
Ver no mapa
Fale conosco via Whatsapp

Vamos conversar? Ligaremos para você!